Seguidores

Siga por Email

sábado, 18 de outubro de 2014

Acorda Amor ou Cálice


Chico, não faz isso comigo não, você sempre foi meu, ídolo, amigo, mestre, poeta, paixão, mas agora, faça não, pode ser a gota d'água, é muita decepção para um só pobre coração.
Apoiar a esquerda sempre foi sua praia, pois sempre esteve na mira da faca, no estopim do festim, na ficha dura da ditadura, na  risca da censura, mas hoje não, melhor se recolher, preste atenção, melhor pegar o violão e cantar até que a noite caia.
As Anas, Ritas, Carolinas, Joanas, Genis, Januárias, e afins, hoje sofrem mais que dantes, não há pudor, respeito nem vergonha, não há nem água, pois é tanta façanha obscura com seu erários, tantos abusos sem trégua, tanta farra, tanta grana que deságua no reinado estrelado que até mesmo as classes operárias se assustam e (re)pensam(?).
Chico, aí da Ilha de São Luiz, em plena cidade da luz, pode até ser que nos papéis, gigabites e ondas as coisas brilhem, pois por ter-lhe como um caro amigo, hoje venho trazer-lhe notícias daqui do brejo da cruz e dizer que a coisa aqui tá vermelha, tem muito bamba, muito roubo e nenhum rock and roll.
Tem dias que a gente se sente como que partido ou mesmo sem voz ativa e nem mesmo a roda viva nos leva adiante, pois até a banda não mais nos anima e até desafina com tamanha roubalheira e safadeza e com toda certeza nem adianta ir contra a correnteza pois nem o barco nem a roseira estarão lá, levaram tudo, o coro ficou mudo, a viola cega, a morena voltou pra casa com seus chocalhos e penduricalhos que restaram na canela, e nem mesmo com fama, poema, cara dura ou essa manha a gente vai levando, pois até toda a nossa brahma os homens estão levando.
Chico, acorda amor, pois não é mais pesadelo nada já tem gente com mala cheia de grana na estrada e minha gente hoje anda só olhando pro chão e nem adianta chamar o ladrão.
Amigo, vou dizer o que é que eu acho, você precisa ser muito sincero e claro para confessar que andou sambando errado e pelos pobres vagabundos, pela gente humilde, bêbados, baleiros e babás eu peço que reflita, pense e mude, pois peço a Deus por minha gente e que a hora da mudança chegue e daí de longe você veja e se mesmo assim comigo não concordes, te perdoo por ti traíres e com imensa dor no peito pelo tanto que lhe admiro, dou um beijo em seu retrato e com a voz que me resta e com a gota que falta lhe peço, não apoie os inimigos e não abandone os oprimidos, faça não...Cálice.


sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Uma Figura da História, vamos ver se você adivinha quem é.


Era uma vez um jovem de origem humilde de uma cidadezinha de interior que entre casamentos e recasamentos de seus pais veio a ter muitos irmãos.
A convivência difícil com seu pai era compensada no enorme carinho e amor que o mesmo tinha e recebia de sua mãe.
Por cerca de 2 anos viveu ociosamente pois não tinha inclinação para o trabalho regular.
Seus estudos foram sempre com dificuldades, ora por falta de recursos, ora por falta de interesse próprio, com isso suas notas eram usualmente baixas.
Por motivo de um acidente foi declarado inapto para o trabalho.
Desde cedo interessou-se por política e participou de vários movimentos onde aperfeiçoava suas visões políticas e forte patriotismo cívico, juntando-se a movimentos sociais, sindicalistas e operários, ingressou num pequeno partido comunista-socialista, o Partido dos Trabalhadores.
Foi preso por agitação e conspiração contra o governo, ficando porém, pouco tempo retido.
Depois de tentativas fracassadas de chegar ao poder decidiu que o movimento deveria chegar ao poder por meios legais e passou a receber doações de campanha de empresários e industrias e com isso criou uma base financeira sólida para o seu partido.
Orador competente, com fala larga e fácil, utilizou-se de demagogias, aproveitando de sua habilidade de ator e seu artifício de sedução em massa, fazendo apelos emocionais para a classe operária e desempregados de que o país deveria acordar e o povo deveria sair de seus sofrimentos e ter voz ativa e real.
Com isso ele e seu partido chegaram ao poder com ampla e expressiva votação levados pelo suor da classe oprimida e sofrida, hoje enganada e estrupiada pelos próprios, mas cegas intelectualmente e inaptas a lutar contra o poder massivo e monstruoso criado por suas próprias mãos.
Tornou-se um líder incontestável, dominador de um país por muitos anos subjugado ao poder dele e de seus afiliados.

Tenho absoluta certeza que neste momento da narrativa todos que a leem já sabem de qual figura da história estou me referindo e sem nenhuma sombra de dúvidas poderiam citar seu nome completo:
Adolf Hitler Pölzl

O resto da história já sabemos...e se você não quer que a mesma se repita cuidado com aquele outro nome que veio a sua mente tão facilmente.

Este)s) outro(s) você ainda pode derrotar.




segunda-feira, 25 de agosto de 2014

O Reinado Vermelho

(12 Anos de PT)???


Era uma vez um povo que vivia sob os domínios do mal há mais de 12 anos, num Reino não muito distante. O Rei e sua Rainha vestidos de mantos vermelhos bordados de ouro e manchados de óleo doavam bolsas de comida, bolsas Creche, Crack, Crunch, casinhas de papel e até que a Fome fosse Zero e prometiam mais e mais e cada vez mais prometendo um reino feliz e abastado e os abestados súditos acreditavam...

Todos do reino viviam galopando em suas carruagens "rosso corsa" italianas com  mais de 490 cavalos de potência e cravadas com o Cavalo Rampante Negro no fundo amarelo, mas o povo vivia a cavalgar em lombos de burros e empinando seus cavalinhos. "UPP, UPA...A Cavalgar..." E o povo abestado a acreditar...
Os bobos da corte a distrair o povo com bandas, bundas, fundos e mundos enquanto o ouro dos tolos a tilintar nas caixas do Condado Distante das Ilhas Cayman a brilhar... e os abestados a não avistar...

Vassalos, guerreiros, padeiros, engenheiros, professores, bordadeiras, enfim, todos os servos a trabalhar até o couro gastar e sem nenhum solo firme e seu para descansar e se porventura viessem a definhar, somente uma placa fria ou o chão para deitar e em filas imensas a sua vez de ser atendido esperar. E o povo abestado na fila a esperar...

O Poder autocrata era tanto que jornais, revistas, idealistas, budistas, conformistas, feministas, todos glorificavam aos monarcas, e os que por acaso diversificassem ou divergissem dos absolutistas esquerdistas, ameaçados pelos escudeiros e cavalariços eram sucumbidos, torturados, ameaçados, quiçá até, arremessados aos ares. E o povo abestado a olhar e não fazer nada...

Grãos Duques, Marqueses, Condes, Viscondes, Baronesas , Cavaleiros e Damas viviam em bailes, badernas, festas, pizzas e jogos pois para estes não havia crise somente banquetes e bodas, bolsos cheios e infindos, enquanto a pobreza subjugada às ruas marchava sem saber nem o por quê ou o para quê, mas pelo reino era obrigada a ir e ia, e o povo abestado nas ruas marchava...

Notícias, revistas, economistas, pesquisas e ativistas tocavam cornetas e ao povo somente boas novas cantavam e contavam, "Está tudo lindo, tudo belo, divino e maravilhoso, meu povo, não há do que reclamar, nosso Reinado é o melhor que há!" E o povo abestado a sorrir, concordar e acreditar...

Um dia um Príncipe de um Reino do nordeste distante cavalgando seu cavalo alado,  levando aos ombros uma pomba alva e rubra apareceu no horizonte e uma pequena gota azul de esperança de uma grande mudança encheu o coração do povo. E o povo eufórico a regozijar...

Em sua tropa aliada à sua luta, trazia uma Princesa Guerreira, forte defensora das florestas, reinos ambientais e dos pobres mortais que com vigor prometia sempre ao seu lado estar e lutar e ao povo ajudar. E o povo abestado começava a confiar...

Porém num golpe fatal as  forças do mal levaram o Príncipe Guerreio aos céus e mais uma vez o povo a ver estrelas ficou. E o povo abestado chorou...

Em frações de segundos envolta numa nuvem rubro negra a Princesa Guerreira em Bruxa se transformou e somente agora sua verdadeira face cascuda mostrou. "Sim, essa sou eu, nada diferente dos senhores do Reino Vermelho ou acreditastes que lutaria pelo povo plebeu?" Mas o povo abestado acreditou...

E por mais 4 anos, 4 séculos, o Reino Vermelho reinou, enganando, iludindo, mentindo, persuadindo, fingindo. E o povo abestado acreditando...e concordando...

Nada mudou.

E Viveram Infelizes Para Sempre...


sexta-feira, 30 de agosto de 2013

INU NASSIONAU NO SÉC. XXI



NÃO AGUENTEI ESSA NOVA GRAMATICA QUE VIVE EM NOSSA INTERNET E REESCREVI NOSSO HINO NACIONAL ATUALIZADO.

CUIDADO, ASSIM QUE SEUS FILHOS ESCREVEM

INU NASSIONAU

Letra: Joaquim Osório Duque Estrada se vivesse no séc. XXI 

Atualizado ortograficamente em conformidade com a Nova Gramática do Internetês e da Gíria Brasileira (AFFF!!!!!)

PART 1

Maneh ouviu 1 parada lá na bera du rio Ipiranga
1 gritu di ixtrondo di 1 povo manero,
I u sol soltinho, com 1 brilho purpurinadu,
Pipocou nas altura da terrinha agorinha.

E a vera dessa parada de manu tudo igual
Nois pegamu na marra, no muke,
Nus teu peito, oh safada liberada,
Joga no tatame ke nois finaliza até dixtrui.

Oh Terrinha natal, ficante,
Maneirinha,
Eh nois, eh nois!

Brzil, alucinaçaum da porra, 1 xoque sinistru
Soh d lovi e na ixpera, kai no xaum aki di caza,
Lah naix altura firmz, moxtrantu us dent nus trink
A figura azul da Rapoza diz, jah é.

Bixao sinistru di grandi di naxenssa,
Eh da ora, forti pra caraio, tem medu di nada naum,
I la na frenti vai ve essa parada gigantandu.

Terra kerida,
Nu meio das outra,
Eh tu, eh nóis, brzil
Oh terrinha natal, ficante!
Dus manu aki tu eh a mamy,
Terrinha manera,
Brzil!

PART DOIX

Morgadu pra sempri na estera brilhanti,
Ouvindu u funk du mar nu brilhu du fundao du ceu.
Pipoca, eh nois Brzil, maior das america,
Nu bronze du novu pedassu!

Na terrinha, forti pra kct,
us belo matu, alegri, tem uma porrada de florzinha,
"Nossus bosk tem maix vda",
"Nossa vda", bati nus peito, "maix lovi, so lovi, so lovi"

Oh Terrinha natal, ficante,
Maneirinha,
Eh nois, eh nois!
Brzil, simbalo de S2 pra sempri
Segura a parada da bandera xeia de ixtrelinha
E diz ai na folha verdi dssa banderinha
- "Paix na frenti i vitoria la atrax."

Ja eh, maix se eh pra meter o kct,
Tu vai ve qui mane num corri da raia,
Nem caga nu pau, quem ti ama inte morre.

Terra kerida,
Nu meio das outra,
Eh tu, eh nóis, brzil
Oh terrinha natal, ficante!
Dus manu aki tu eh a mamy,
Terrinha manera,
Brzil!

quarta-feira, 26 de junho de 2013

PÁTRIA AMADA ACORDADA, SALVE!



As margens do Ipiranga não são mais plácidas, nem límpidas, quiçá vivas, acho que nem mesmo isso mais, são...
Mas nosso povo brada retumbante, abundante e sim, ainda é heróico, apesar do sol brando da liberdade estar sendo encoberto por nuvens opressoras e repressoras, 'inda vemos vivos e límpidos os raios quentes e insistentes da esperança.
Se ainda não há igualdade em nosso penhor, ainda há luta em nosso braço forte para consegui-la, ainda que tardia.
A liberdade de teu povo e o amor do peito de cada filho teu revigora até a hora da justiça reinar, mesmo que a custa da própria morte.
Pátria,
Amada,
Idolatrada,
Acordada,
Revigorada,
Salve-Nos
Salve-Se
Salve!
FABIANA GUARANHO

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

MARY KAY NA NOVELA SALVE JORGE COM A PODEROSA DELEGADA DA QUERIDA GIOVANNA ANTONELLI



Quem está na moda está usando Mary Kay, deem uma olhada nos produtos que apareceram no Quarto da Poderosa Delegada personagem da querida Giovanna Antonelli que está arrasando na Novela Salve Jorge.





Vou contar um pouquinho sobre cada produto:
(cliquem no nome do produto para maiores informações)


O primeiro da esquerda para direita é o 

Este é um gel azul ultraleve que contém extratos botânicos que acalmam a pele. 
Sua fórmula de rápida absorção repõe a hidratação da pele, deixando-a macia e refrescada.

O gel contém 192ml.


O segundo escondidinho lá atrás é o 


Trabalhos externos, afazeres diários, caminhadas, férias – agora você tem proteção UVA/UVB para tudo o que for fazer exposto ao Sol. 
Enriquecido com vitaminas antioxidantes, ajuda a proteger a pele do rosto e corpo contra os efeitos nocivos da exposição solar, proporcionando proteção UVA/UVB. 
O Protetor Solar com FPS 30 da Mary Kay® é à prova d’água e resistente ao suor por até 80 minutos. 
Sua fórmula leve e livre de óleo é rapidamente absorvida, deixando a pele macia e hidratada.
É um dos produtos mais vendidos Mary Kay(veja a bolinha vermelha).
Contém 118ml


Desta mesma linha também sugerimos:



O terceiro é a 
Coleção Lótus & Bambu
Deixa sua pele hidratada e nutrida. Você percebe a sensação de secura desaparecendo, enquanto o óleo de girassol condiciona a pele, devolvendo os nutrientes essenciais. Sua fórmula umectante e leve contém vitamina E, poderosos antioxidantes que ajudam no combate aos radicais livres.
A loção contém 236ml.
Obs.: Este produto já está fora de linha.




O quarto é o 
Coleção Lótus & Bambu
Purifique seu corpo com uma delicada fusão botânica. Este Esfoliante contem pequenas fibras de esponja vegetal que removem as impurezas da superfície da pele, devolvendo seu aspecto naturalmente radiante. A fórmula dos produtos da Coleção Lótus & Bambu é rica em minerais, pó de bambu e sementes de kiwi.
O creme contém 226ml.

Obs.: Este produto já está fora de linha.


E o quinto e último é o 
Para peles secas e Peles Mistas e Oleosas, este creme ajuda a restaurar o equilíbrio ideal de umidade da pele e também a remover as impurezas da superfície da pele.
Contém 113g


Da mesma Linha Clássica também existem a





Então, o que você está esperando para também virar uma Estrela de Novela?
Informações sobre os produtos fale comigo em arquiteturadabeleza.marykay@gmail.com
ou na página da
no facebook



Fabiana Guaranho

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Um Sonho Para As Mulheres (Sobre a Mary Kay)


MARY KAY

Um lindo carro cor-de-rosa? Uma viagem internacional inesquecível? Ou um maravilhoso bracelete de diamantes? Tudo isso pode ser conseguido por mulheres que vendem os produtos de beleza da marca americana MARY KAY. Porém, a verdadeira intenção da MARY KAY vem sendo sempre enriquecer a vida das mulheres - através de reconhecimento, motivação, suporte e, é claro, oportunidades de ganhos. Há mais de quatro décadas, é uma das melhores oportunidades de sucesso para profissionais liberais, donas-de-casa, estudantes e aposentadas que encontraram na venda direta uma oportunidade de negócios e uma fonte de renda mensal em muitos países do mundo.

A históriaA história da empresa não teve início antes de Mary Kay Ash enfrentar uma situação muito familiar para a maioria das mulheres. Depois de 25 anos trabalhando no mercado de vendas diretas, ela renunciou sua posição como diretora de treinamento nacional, quando um homem a quem havia treinado foi promovido a uma posição com o dobro do seu salário. Sua resposta foi visionária. Primeiro, começou a escrever um livro que ajudaria mulheres a conquistarem oportunidades que haviam sido negadas a ela. Mas logo percebeu que estava criando um plano de negócios que poderia fazer muito mais do que simplesmente dar conselhos. Esse livro constituiu a base de uma nova oportunidade, na qual mulheres poderiam desenvolver seus talentos e alcançar sucesso ilimitado.


Assim, em 1963, com toda a experiência adquirida, seu plano de negócios montado e uma economia de US$ 5 mil, ela pediu ajuda a seu filho Richard, que na época era apenas um jovem de 20 anos, e a nove Consultoras de Beleza, e criou a BEAUTY by MARY KAY. O lançamento da nova empresa quase não ocorreu. O marido dela faleceu repentinamente um mês antes da inauguração. Entretanto, com sua força de vontade e apoio de seus três filhos, Mary Kay abriu formalmente sua empresa em 13 de setembro localizada em um pequeno escritório de apenas 46m² na cidade de Dallas no Texas. Com móveis usados, cortinas feitas em casa e apenas uma prateleira comprada na loja de departamento Sears, não apenas inaugurou um novo negócio, mas também abriu novas oportunidades para outras mulheres. A empresa começou vendendo produtos de qualidade, como maquiagens e para o cuidado da pele, que além de realçar a imagem da mulher proporcionavam uma incomparável oportunidade de negócios para ajudar estas mulheres, muitas delas sem educação formal, a alcançarem o sucesso financeiro e satisfação pessoal. Era uma empresa, como a própria Mary Kay Ash dizia, “com coração”.


O primeiro produto anunciado era um kit básico para tratamento da pele contendo quatro produtos de cuidado para a pele e uma base. Os primeiros produtos de maquiagem incluíam uma paleta rosa com cinco tons para os lábios e olhos, blush, máscara para cílios e lápis para olhos e sobrancelhas. Em seu primeiro ano as vendas alcançaram US$ 198 mil. Em 1964 a cor rosa se tornaria um ícone dos produtos da marca MARY KAY. Isto porque, nesta época a maioria dos banheiros das casas americanas era branca, e para oferecer produtos que a mulheres pudessem guardar em seus banheiros foi escolhida a cor rosa para as embalagens.


Ainda neste ano, a empresa iniciou uma tradição: os famosos seminários. O primeiro começou mais como uma festa familiar do que um grande evento de gala que é nos dias de hoje. Mary cozinhou frango para mais de 200 revendedoras da empresa que comemoraram com muita alegria o primeiro aniversário da empresa. Hoje em dia essas celebrações são produções espetaculares realizadas em mais de 30 países, onde mais de 100 mil integrantes da força de vendas independente participam anualmente do evento para receber treinamento, motivação e reconhecimento por parte da empresa.


No ano seguinte, como uma boa imagem poderia inspirar confiança, sucesso e orgulho, a empresa lançou o programa de trajes profissionais. O primeiro tailleur, um conjunto preto de lã de duas peças com chapéu ao estilo caubói texano, utilizado pelas Diretoras de Vendas Independente, promoveu um início fashion ao programa. Desde então a empresa apresentou mais de 74 modelos de trajes que foram reflexos de sua época. Em 1966 teve início o grande Programa de Premiações: reconhecimentos luxuosos que toda mulher gostaria de ter, mas nunca compraria para si. O primeiro desses infindáveis prêmios foi a Taça Dourada. Depois vieram jóias como braceletes de diamantes, viagens para lugares paradisíacos como Havaí, Sydney, Paris e Ilhas Mauricio, e carros na mais extravagante cor rosa.


No início da década seguinte, em 1971, a empresa inaugurou sua primeira subsidiária internacional na Austrália. Era apenas o início de um enorme processo bem-sucedido de internacionalização da marca MARY KAY, que ingressaria no mercado canadense em 1978. Em 1980, Shirley Hutton se tornou a primeira Diretora de Vendas Independente a alcançar mais de US$ 1 milhão em vendas. No final desta década, em 1989, se tornou uma das primeiras empresas a implantar um programa corporativo de reciclagem de embalagens, e em seguida proibir testes em animais. Essas ações foram acolhidas com simpatia pelos consumidores em uma época que a responsabilidade social das empresas era pouco divulgada e implantada.


Na década de 90 a empresa experimentou uma verdadeira explosão global ingressando em mais de 20 novos mercados como Nova Zelândia, Espanha, Suécia, Chile, Malásia, Noruega, Rússia, Japão e China. No Brasil, a empresa chegou exatamente no mês julho de 1998 e atualmente figura entre os grandes players do setor. Pouco depois, em 2000, com o aumento da demanda por produtos que proporcionassem uma pele com aparência mais jovem, a empresa lançou o creme de limpeza 3 em 1 TimeWise, que se tornou o produto de maior sucesso da história da marca. Quando Mary Kay morreu no feriado do Dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day) em 2001, a empresa era um gigante do setor de cosméticos, contando com mais de 800.000 consultoras de vendas em mais de 30 países. Em 2007, a chamada empresa cor-de-rosa, resolveu agradar aos homens e lançou uma linha masculina de tratamento, chamada MK MEN, composta por sabonete facial, espuma para barbear, gel refrescante pós-barba e loção hidratante com filtro solar 25. Nos últimos anos a empresa continuou sua expansão global ingressando em novos mercados como Índia (2007), Cingapura (2009) e Armênia (2010).


O troféu sobre rodas cor-de-rosa
Imagine uma empresa em que você pode desenvolver um plano de carreira em vendas independentes e na qual possa atingir níveis de ganhos iguais ou maiores ao de uma executiva contratada? Imagine se, ao atingir essa conquista, você for reconhecida com um carro de uma cor que só essa empresa desenvolve, para comemorar sua conquista? A famosa “Dama do Cadillac cor-de-rosa”, como ficou conhecida Mary Kay, percebeu exatamente o que a mulher numa faixa etária acima de 40 anos precisava e procurava. Em 1969 criou um sistema de recompensas com foco nas necessidades das mulheres e também um sistema único de premiação: um Cadillac cor-de-rosa (que se tornaria o tom oficial da empresa no mundo inteiro) para a melhor vendedora. Era exatamente o carro que ela gostava de exibir, como ideal a ser conquistado quando vendia os produtos de porta em porta. No primeiro ano cinco diretoras foram premiadas.


O programa “Troféu sobre Rodas” foi posteriormente expandido para reconhecer as dez melhores Diretoras de Vendas Independentes. Em 1974, os requisitos necessários foram alterados para permitir que o prestigiado “Pink Cadillac” pudesse ser conquistado por mais diretoras com base em uma produção de vendas das unidades. Até hoje, mais de 100 mil membros da força de vendas independente de todo o mundo já dirigiram os cobiçados automóveis cor-de-rosa. Atualmente, somente nos Estados Unidos, são 1.500 privilegiadas. No Reino Unido, Alemanha, Holanda, Espanha e Ucrânia o automóvel cor-de-rosa é Mercedes-Benz. Na argentina é um Ford. Na China é Volkswagen. No Brasil é Toyota Corola ou Astra e Vectra. Enquanto em Taiwan é um Corolla. Hoje, a MARY KAY COSMETICS é a principal cliente individual da GM que, em cada um dos mercados em que atua, desenvolve um modelo de carro cor-de-rosa.


O grande diferencial
O grande diferencial da empresa é oferecer às suas Consultoras de Beleza Independentes um plano de desenvolvimento profissional estruturado que possibilite que elas sejam donas de seu próprio negócio e responsáveis por seu desenvolvimento profissional e financeiro. Para isso, a empresa possui programas de incentivo que incluem materiais educacionais, bonificações, prêmios em jóias, viagens internacionais e até o direito de uso de um carro cor-de-rosa, ícone da marca no mundo todo. Globalmente, a empresa investe mais de US$ 50 milhões por ano em reconhecimentos e bonificações para a força de vendas independente. A empresa concede à Consultora de Beleza Independente MARY KAY o direito de uso do carro cor-de-rosa a partir do momento em que ela atinge um determinado balanço entre suas vendas e o número de pessoas que consegue atrair para o negócio. Esse plano de desenvolvimento profissional é composto por 13 níveis. A Consultora de Beleza pode, além de ter seus próprios clientes, construir sua equipe de consultoras, desenvolver e formar novas diretoras e alcançar altos níveis de crescimento dentro da empresa. O nível de maior prestígio é o de Diretora Nacional de Vendas Independente (aproximadamente 600 mulheres de todo o mundo já chegaram ao maior nível na carreira independente). Atualmente, no Brasil, há 13 mulheres com esse título que circulam pelas ruas de Goiânia, Aracaju, Campo Grande, Cuiabá, Fortaleza, São Paulo, Sinop, Uberlândia e Belo Horizonte com o Corolla cor-de-rosa da empresa – sonho de consumo de toda a força de vendas –, além de viajar por todo o país, viajar ao exterior com freqüência e possuir um ganho mensal equiparável com o de executivas de grandes empresas. Além disso, as Diretoras de Vendas
Independentes têm direito ao uso de um carro do modelo Astra ou Vectra. Do Rio Grande do Sul ao Tocantins são 198 carros cor-de-rosa circulando por todo o Brasil.


A Consultora de Beleza Independente determina o seu ritmo e o modo de trabalho com flexibilidade de horários e sua lucratividade pode chegar a até 40% sobre as vendas realizadas. As Consultoras Independentes reúnem-se em sessões de cuidados da pele com suas clientes, para demonstrar produtos, novidades e dar dicas de maquiagem. As clientes têm a oportunidade de testar todos os itens da marca, antes de comprá-los. O investimento para começar a trabalhar com a venda de produtos MARY KAY é relativamente baixo, visto que é necessário comprar um kit de demonstração de produtos, o Kit de Beleza Mary Kay. Esse kit custa no Brasil em torno de R$ 130,00 ou R$ 60,00, dependendo de seu conteúdo.


A filosofiaOs princípios da fundação da empresa são marcados pela simplicidade e pela perenidade. Mary Kay Ash adotou a Regra de Ouro como princípio básico, pois, para ela, a determinação do melhor caminho a ser seguido em qualquer tipo de situação – pessoal ou profissional – se tornaria simples tendo por base a seguinte sentença: “faça aos outros o que você gostaria que fizessem com você mesmo”. Mary Kay também acreditava que as prioridades da vida deveriam estar balanceadas, o que significaria: “fé em primeiro lugar, família em segundo e carreira em terceiro”. Tendo isso em mente, ela sempre afirmava: “quando as prioridades da sua vida encontram-se balanceadas, todo o resto vai bem”. Quando viva Mary Kay sempre incentivou os membros de sua força de vendas a oferecerem suporte e reconhecerem as realizações dos outros – não importando quão pequenas fossem elas.


Foi por meio deste ambiente focado em reconhecimento que as mulheres começaram a alcançar conquistas que até então não sonhavam ser possíveis. Constantemente, ela encorajava tanto os colaboradores da empresa, quanto suas Consultoras de Beleza Independentes a agirem como se cada pessoa que encontrassem tivesse um sinal ao redor do pescoço dizendo “faça-me sentir importante”. Poucas empresas podem dizer que possuem filosofias tão simples e consistentes, ou apontar o impacto tão forte de uma fundadora como Mary Kay Ash. Até hoje, a empresa permanece fiel àqueles princípios que ela listou a mesa de sua cozinha.


O museuO Museu Mary Kay, inaugurado em 1993, está localizado no espetacular lobby da sede corporativa da empresa, um moderno prédio de granito rosa com 13 andares, localizado ao Norte da cidade de Dallas (estado do Texas), que ocupa uma área de aproximadamente 55.000 metros quadrados. O museu é dividido em sessões que contam a história e prestam um tributo e reconhecimento a uma das mulheres de negócios mais admiradas dos Estados Unidos.


A Fundação
Mary Kay Charitable Foundation (http://www.mkacf.org/), criada em 1996, começou a ser idealizada em 1980 quando o marido dela, Mel, faleceu vítima de câncer. Como testemunha de seu sofrimento, ela se comprometeu a encontrar a cura para esta terrível doença. Envolvida na arrecadação de fundos para causas sociais há mais de 20 anos, a organização sem fins lucrativos provém dinheiro para pesquisas sobre cânceres que afetam mulheres. Desde 1997, já financiou mais de US$ 13 milhões em incentivos para pesquisas sobre o combate a todos os tipos de câncer que afetam as mulheres. Por conta dessa filosofia, a matriz e todas as subsidiárias da empresa estão engajadas em um programa mundial de responsabilidade social corporativa, chamado Pink Changing Lives. Por meio da campanha “Beleza que faz a Diferença” (Beauty That Counts®), a MARY KAY está doando este ano cerca de U$ 3 milhões para instituições com causas ligadas a mulheres e crianças em todo o mundo. O valor é arrecadado com a venda de um Batom Cremoso Mary Kay. Em 2000, a fundação estendeu suas atividades passando também a apoiar a causa da violência doméstica com o objetivo de engajar, educar e capacitar as novas gerações para a construção de vidas e comunidades livres deste tipo de agressão. Desde então, a fundação arrecadou mais de US$ 22 milhões para programas de prevenção à violência doméstica e para abrigos de mulheres em todo mundo.


Na China, desde 2002, a empresa incentiva sua força de vendas a ajudar projetos educacionais, principalmente os que apóiam a volta das mulheres aos estudos. Já na Rússia, a empresa é conhecida por apoiar a Operação Sorriso, onde Consultoras de Vendas Independentes angariam fundos para ajudar uma organização sem fins lucrativos que oferece assistência às crianças nascidas com deformidades faciais.


O gênio por trás da marcaAo longo dos anos, muitos empreendedores de sucesso se destacaram, mas nenhum como a lendária Mary Kay Ash. Mesmo sem estar presente entre nós desde 2001, suas palavras de sabedoria e lições de vida continuam inspirando e sendo uma fonte de motivação em todo o mundo. Ela foi responsável por um marco incomparável no mercado corporativo americano e por proporcionar oportunidades para milhares de mulheres. Mary Kathlyn Wagner nasceu em 12 de maio de 1918 e cresceu em Houston no estado do Texas. Aos sete anos, ela já cuidava de seu pai que se encontrava muito doente, enquanto sua mãe trabalhava 14 horas por dia em um restaurante da cidade. Além de cozinhar e limpar a casa, Mary Kay ganhou troféu em datilografia e debate, e foi a grande campeã de vendas de cookies (biscoitos) sobre todas as alunas da Girl Scout em eventos para a escola. “As palavras da minha mãe foram o tema da minha infância”, dizia ela. “Elas estiveram comigo durante toda a minha vida: Você pode”. Sozinha, criou seus três filhos e dedicava parte de seu tempo estudando em uma faculdade local - até que um teste de aptidão lhe mostrou grande habilidade para vendas.


Depois de sua decisão em empenhar-se completamente na área de vendas na Stanley Home Products, uma empresa de venda direta de produtos para casa, ela iniciou sua trajetória de sucesso começando por sua meta de venda semanal escrita no espelho de seu banheiro. Com três agendamentos para demonstração por dia, ganhou tantos prêmios de vendas, que precisou comprar uma caixa para guardá-los em seu armário. Na empresa chamada World Gift, quebrou ainda mais recordes em vendas, onde se tornou Diretora Nacional de Treinamento. Entretanto, sob um mundo corporativo masculino onde seus companheiros de trabalho eram promovidos com o dobro de seu salário, tomou novas decisões em sua vida. Depois de 25 anos trabalhando em empresas de venda direta, ela decidiu se aposentar. Aposentada em 1963, em apenas uma semana, começou a escrever um livro sobre como deveria ser a evolução de uma carreira para as mulheres. Após terminar o livro, ele se tornou o plano de marketing para a empresa ideal de seus sonhos. Depois de comprar a fórmula para um produto de cuidados para pele que ela sempre utilizava, Mary Kay, com a ajuda de seu marido para operacionalizar seu negócio, passou a recrutar amigas para serem consultoras de beleza independentes para a nova empresa. O sucesso foi uma questão de tempo.


Até os dias de hoje, Mary Kay é carinhosamente lembrada como a criadora de um sistema de reconhecimento para mulheres, incluindo produtos de alto valor e o famoso Cadillac cor-de-rosa. Ela escreveu ao longo de sua vida três livros, todos grandes campeões de vendas. Sua autobiografia, “Milagres que Acontecem”, vendeu mais de dois milhões de cópias em muitas línguas no mundo todo. Sua filosofia de negócio, apresentada no livro “Mary Kay on People Management”, continua sendo uma espetacular fonte de sabedoria, além de ter se tornado bibliografia de muitos cursos universitários de renomadas escolas, como Harvard e Wharton nos Estados Unidos. O terceiro livro, “You Can Have It All”, lançado em agosto de 1995, alcançou o status de livro mais vendido em poucos dias. Uma oradora dinâmica, uma mulher motivadora, uma empresária. Ela morreu no dia 22 de novembro de 2001. Mary Kay foi reconhecida por suas conquistas por meio de numerosas premiações e honrarias como a maior mulher empreendedora da história dos Estados Unidos, segundo a Universidade de Baylor em 2003; título de “A Mulher de Maior Destaque na Área Empresarial no Século XX” concedido pela Lifetime Television em 1999; e uma das 25 mulheres americanas mais influentes em 1985 pelo The World Almanac and Book of Facts.


A evolução visual
O logotipo da marca passou por algumas alterações ao longo dos anos. Inicialmente era somente a assinatura da fundadora da empresa. Depois ganhou uma nova tipologia de letra e uma rosa como símbolo, e por último adotou a tradicional cor-de-rosa.


Os slogans
Enriching Women’s Lives.
Captivating color. Powerhouse skin care.
Enriquecendo a vida das mulheres.
 (Brasil)
Beleza que faz a diferença. (Brasil)


Dados corporativos
● Origem: Estados Unidos● Fundação: 13 de setembro de 1963
● Fundador: Mary Kay Ash
● Sede mundial: Addison, Texas● Proprietário da marca: Mary Kay Inc.● Capital aberto: Não
● Chairman: Richard Rogers● CEO & presidente: David Holl● Faturamento: US$ 2.5 bilhões (2010)
● Lucro: Não divulgado● Revendedoras: + 2 milhões
● Presença global: + 35 países● Presença no Brasil: Sim 
● Funcionários: 4.500
● Segmento: Vendas diretas
● Principais produtos: Perfumes, maquiagem e produtos para a pele● Ícones: Os carros cor-de-rosa das diretoras
● Slogan: Enriching Women’s Lives.
● Website: http://www.marykay.com/

A marca no mundo
Os produtos MARY KAY são vendidos em mais de 35 mercados em todo o mundo através de 2 milhões de Consultoras de Beleza Independentes (46 mil somente no Brasil) e 37 mil Diretoras de Vendas Independentes. A empresa desenvolve, testa, fabrica (nas suas modernas fábricas em Dallas nos Estados Unidos e Hangzhou na China) e distribui uma linha de 200 produtos de alta qualidade em sete categorias: cuidados com a pele, maquiagem, cuidado com os cabelos, cuidados com o corpo, proteção solar, fragrâncias e linha masculina.

Você sabia? Em um ano típico a empresa gasta milhões de dólares e conduz mais de 300.000 testes para assegurar que cada um de seus produtos preencha os mais altos padrões de qualidade, segurança e eficácia.
 Mais da metade das Diretoras de Vendas nos Estados Unidos ganham US$ 1 milhão anualmente.


As fontes: as informações foram retiradas e compiladas do site oficial da empresa (em várias línguas), revistas (Veja, Isto é Dinheiro, Época Negócios e Exame), jornais (Valor Econômico), sites especializados em Marketing e Branding (Mundo do Marketing) e Wikipedia (informações devidamente checadas). 

Não vai embora ainda



Deixe um comentário, por favor!

aMiGoS Que Me NaVeGaM Na eSFeRa

CHEGOU O PORTAL DE COMUNICAÇÃO DE ARQUITETOS, ENGENHEIROS E AFINS

VISITEM O POENARCO.
O PORTAL DA ENGENHARIA, ARQUITETURA E CONSTRUÇÃO.

ShareThis